História da Cidade
200 201 202
203 204 205
206 207 208 209 210 211
212 213 214 216 217 218
219 220 221 222 223 224
Calixto Roxo, em 1916 vendeu para Manoel Marques Primo, seu roçado localizado à margem esquerda do Rio Salgado. Familiares de Manoel imigraram então para o pequeno roçado, iniciando a cultura da semente do cacau na região. Em 1917, fruto dessa imigração de cultura familiar e da expansão natural do agronegócio cacaueiro, formava-se um pequeno povoado que se reunia em um barracão central, onde eram realizados pequenos negócios e se colocava a conversa em dia. Em razão destas costumeiras reuniões, o povoado ganhou o nome de Paletra, povoado de Itabuna. Palestra cresceu, recebeu moradores de outras famílias que se envolviam com a recém criada cultura do cacau,e, em 1920, por sugestão de Aurélio Caldas, seu nome passou a ser Palestina.
Foi elevada à condição de vila, em 1937, Vila Palestina. A Lei Estadual nº 141, de 1941, criou o nome de Ibicaraí, que na língua Tupi quer dizer Terra Santa.
A Lei Estadual nº 451 de 22 de outubro de 1952, transformou a condição de vila para Município, quando se desmembrou em definitivo de Itabuna. A cidade de Ibicaraí teve a sua origem diretamente ligada ao território de Itabuna, localizado na zona cacaueira (sul da Bahia), a qual foi desmembrada em 1952, possuindo uma área estimada de acordo com os limites que lhe foram dados pela Lei nº 491, de 22 de outubro de 1952, de 1300 km². Conforme os resultados do Censo de 1950, o novo município (naquela época Vila) passou a ter uma população de 73.397 habitantes, sendo 37.813 homens e 35.384 mulheres; localizando-se 84% da população na zona rural.
Além da sede, faziam parte do território do novo município as vilas de Floresta Azul, Santa Cruz da Vitória, Firmino Alves, Itaiá e Itororó. Ibicaraí contava ainda, com os povoados de Cajueiro, Saloméia, Santa Isabel, Coquinhos, Ponto do Astério, Ipiranga, Rio do Meio, Jussara e Itati. Sendo um município essencialmente agrícola, a maior parte de sua população encontrava-se na zona rural. De acordo com o Recenseamento Geral de 1950, existiam em Ibicaraí, então sede distrital, 8.020 pessoas.
IBICARAÍ
2010_08_0318_04_4572245ibicarai carol5 cidade_ibicarai-ba-5 ibicarai ibicirai IMG_0200 policia1
FECONSEG-BA
FEDERAÇÃO DOS CONSELHOS COMUNITÁRIOS DE SEGURANÇA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA
FECONSEG-BA -  FEDERAÇÃO DOS CONSELHOS COMUNITÁRIOS DE SEGURANÇA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA
Praça Euzébio de Matos, s/nº, Mirante do Bonfim. CEP: 40.415-485 - Salvador - Bahia. Telefax. (71) 3207-7700 / 3488-8336 (71) 98805-7291 / 99905-8584.
E-mail: feconseg.ba@hotmail.com